Você sabe o que é ISBN?

Se você gosta de livros provavelmente já ouviu falar nessa sigla curiosa: ISBN. Mas o que é essa sigla, para que ela serve e porque é registrada em números? Hoje, aqui no PPL, você vai entender melhor sobre esse sistema. Veem comigo!

A primeira coisa que você precisa saber é que ISBN é uma sigla em inglês que significa International Standard Book Number, ou seja é um número padronizado que é utilizado no mundo inteiro para registrar um livro e cada livro tem um ISBN diferente:

“É um sistema internacional padronizado que identifica numericamente os livros segundo o título, o autor, o país, a editora, individualizando-os inclusive por edição. Utilizado também para identificar software, seu sistema numérico é convertido em código de barras, o que elimina barreiras lingüísticas e facilita a circulação e comercialização das obras.”

Aqui no Brasil existe a Agência Brasileira do ISBN que faz o controle desse sistema numérico e traz bastante informações sobre o número no próprio site. No entanto, as diretrizes dessa normatização são dadas pela Agência Internacional do ISBN, que orienta, coordena e delega poderes às agências nacionais designadas em cada país. A Agência Brasileira é coordenada pela Fundação Biblioteca Nacional.

“Uma vez fixada a identificação, ela só se aplica àquela obra e edição, não se repetindo jamais em outra. A versatilidade deste sistema de registro facilita a interconexão de arquivos e a recuperação e transmissão de dados em sistemas automatizados, razão pela qual é adotado internacionalmente. O ISBN simplifica a busca e a atualização bibliográfica, concorrendo para a integração cultural entre os povos.”

Até 2006 o ISBN era composto por 10 números, mas a partir de 2007 eles fizeram uma alteração para deixá-lo com treze números para conseguir identificar o produto livro pelo número 978. Por que isso? Porque o ISBN é utilizado para vários tipos de publicações e não apenas os livros, mas como são muitas eu não vou dizer aqui cada uma delas e se você clicar aqui vai conseguir ver com detalhes cada uma delas. Mais importante do que saber o que é uma coisa é saber o que NÃO é e nesse link aqui você pode ver todas as publicações que NÃO precisam de ISBN.

O site Santa Biblioteconomia fez uma imagem salvadora que explica a função dos 13 dígitos do ISBN, olha só que prático:

Quem diria que um número seria tão importante e tão cheio de detalhes, né?! O melhor é que eu não contei todos os detalhes sobre ele, mas dei um gostinho do que ele representa para o mercado e como ele aparenta não ter importância, mas na verdade é a identidade de cada edição.

Até a próxima!

Ana.

Você irá gostar de ler também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *