Projeto Uns e Outros | Clarice Lispector +Eliane Brum

Oi pessoal!

Chegamos ao penúltimo conto do projeto e vocês devem ter percebido que peguei uma onda de contos que me agradou mais nessa reta final. Ainda bem porque eu já estava ficando bem desmotivada com o projeto por causa da falta de identificação com os contos iniciais.

Hoje vim contar minhas impressões sobre o conto Desastres de Sofia, escrito por Clarice Lispector. Esse foi meu primeiro contato com a autora e preciso dizer que fiquei com um sentimento dúbio em relação a ela, o conto narra a história de Sofia, uma menina de 13 anos que recebe a notícia que um professor seu de anos atrás morreu. Ela era apaixonada pelo professor na época e fazia de tudo para atormentá-lo com seu comportamento impiedoso. Ela vai contando como foi o relacionamento (ou ausência dele) com o professor durante aquele tempo e vamos revivendo aquele drama adolescente. O que me levou a ficar com um sentimento de dubiedade em relação a Clarice foi a forma como ela representou a história, a voz e a maturidade de pensamentos que ela deu a menina, para mim, não condiziam com a idade dela e isso dificultou a minha imersão na história. Era tudo tão absurdamente maduro que não parecia que aquilo que estava acontecendo com uma garota tão jovem, era como se os pensamentos dela fossem de uma mulher com muito mais experiência de vida e muito mais idade.

Na releitura Simplício, Eliane Brum aborda um novo ponto de vista, o do professor. Ali você tem a oportunidade de conhecer os pensamentos dele e como ele se sentia com relação a aluna e, para mim, o mais interessante é que ela também trabalha isso em forma de memórias, pois ele começa a lembrar disso quando está hospitalizado a beira do morte. Achei a releitura mais interessante e os pensamento mais coerentes com o personagem, já deixo claro que eu não estou dizendo o que cada um pode ou não pensar, mas a gente sabe que a elaboração do pensamento vem com o tempo e, por mais madura que uma criança seja, ela tem uma certa limitação…

Eu estava curiosa para ler esse conto pela possibilidade de contato com Clarice e achei bem mediano no fim das contas. A leitura não foi um sofrimento, mas tive outras experiências mais agradáveis ao longo do livro.

Nota: 7,5

Não deixem de visitar os outros blogs que participam do Projeto:

Até a próxima! Falta só mais um conto \o/

Ana Paula

Você irá gostar de ler também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *