Ponto de Referência | Chimamanda Ngozi

Ultimamente ouvimos falar bastante de Chimamanda, ela já lançou seis livros, mas apenas cinco foram publicados no Brasil:

  1. Hibisco Roxo
  2. Meio Sol Amarelo
  3. Americanah
  4. Sejamos Todos Feministas
  5. Para Educar Crianças Feministas

Todos foram publicados pela Companhia das Letras, mas ainda não previsão de publicação do livro The Thing Around Your Neck, que traça um paralelo entre Nigéria e Estados Unidos através de doze histórias. Ela é Nigeriana, cursou faculdade nos Estados Unidos e diz que só tomou consciência do peso da luta racial quando chegou ao país cuja maioria é branca. Na Nigéria ela luta pela igualdade de direitos entre mulheres e homens e depois de ter seus livros traduzidos para mais de 30 idiomas sua vida ficou dividida entre os EUA e Lagos, capital de seu país de origem.

Ela já recebeu diversos prêmios por seus livros e seu ativismo feminista é extremamente respeitado em vários países. Tive a oportunidade de ler o livro Para Educar Crianças Feministas e fiquei encantada com a simplicidade carregada de informações importantes. Estou louca para ler os demais livros e ver como é sua escrita mais romanceada. Pude vê-la falar em dois vídeos que são palestras que ela deu para o TED e acho que dá para conhecer um pouco mais dela e das coisas que ela acredita através deles. Deem uma olhada:

Chimamanda ainda está viva, é nova e representa um ativismo que muito nos interessa. Se você nunca ouviu falar dela, esse é um bom início e assim que possível traremos mais dicas sobre os livros que ela escreveu.

“Nossa cultura enaltece a ideia das mulheres capazes de “dar conta de tudo”, mas não questiona a premissa desse enaltecimento. Não tenho o menor interesse no debate sobre as mulheres que “dão conta de tudo”, porque o pressuposto desse debate é que o trabalho de cuidar da casa e dos filhos é uma seara particularmente feminina, ideia que repudio vivamente. O trabalho de cuidar da casa e dos filhos não deveria ter gênero, e o que devemos perguntar não é se uma mulher consegue “dar conta de tudo”, e sim qual é a melhor maneira de apoiar o casal em suas duplas obrigações no emprego e no lar.”

Para Educar Crianças Feministas – Chimamanda Ngozi Adichie

Dá o que pensar, né?!

Até a próxima!

Ana.

Você irá gostar de ler também:

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *