Ponto de Opinião #7 – Abertura Encontro de Blogueiros e Jovens Escritores

Olá, meu bom leitor.

Faz um tempo que eu não faço um Ponto de Opinião, mas o que vivi neste último sábado (24/06) no II Encontro de Blogueiros e Jovens Escritores, me motivou a voltar a escrever essa coluna.

Para iniciar minha opinião preciso dizer uma coisa, e que ela fique bem clara antes de eu escrever tudo o que pretendo: eu vou falar apenas sobre o painel de abertura, pois no decorrer do sábado não consegui acompanhar os outros painéis e no domingo não consegui ir para a feira por conta do meu joelho, que ficou inchado e eu preferi não força-lo.

Antes de ir direto ao ponto vou falar sobre a origem dos dois encontros, o Encontro de Blogueiros Literários e o Encontro de Jovens Escritores, foi idealizado por blogueiros e jovens escritores de Brasília no ano de 2016. A ideia de abrir um ponto de contato para os dois públicos foi super bem recebida pelo Sindicato dos Escritores do DF, que foi quem organizou a feira do ano passado, e eles cederam espaço no último final de semana para a realização dos dois encontros. O encontro voltado aos blogueiros ocorreu no sábado e o voltado aos escritores no domingo.

Por mais que tenhamos blogueiros que escrevem, cada dia foi voltado para um assunto específico com painéis voltados para os seus respectivos públicos e, o mais importante, tivemos equilíbrio entre participantes de fora e locais.

Com isso eu tenho que assumir, depois que foi divulgado que os encontros deste ano seriam juntos, eu realmente fiquei desmotivado.

Outra coisa que sempre precisamos deixar bem claro é que em uma mesa redonda quem media apenas conduz os debates e só quem é convidado tem o papel de falar e expor suas opiniões no diálogo. Claro que o mediador pode hora ou outra expor sua opinião, mas o foco da conversa é dentro das experiências dos convidados.

Dito isso, vamos ao que interessa: no painel de abertura do encontro tivemos como mediadora a Rapha do Equalize da Leitura, uma blogueira de grande nome em Brasília, e como convidados tivemos a Pam Gonçalves do canal de mesmo nome, e o casal Pedro e Hugo que são do canal Pedrugo, todos os convidados são de Santa Catarina. De saída, para mim, a curadoria errou feio, pois senti falta de um blogueiro de Brasília para participar como convidado e enriquecer ainda mais a conversa com uma visão de quem faz parte da realidade local e poderia ajudar ainda mais os inscritos que, em sua maioria, eram do DF.

Para deixar bem claro, e para que não se abra uma interpretação dúbia, eu sou super a favor da participação de pessoas com trabalhos reconhecidos em âmbito nacional, pessoas como as que foram convidadas podem trazer uma visão muito enriquecedora, porém, não podemos deixar de dar espaço para o local, ainda mais quando o encontro ocorre dentro de uma feira de livro regional.

Fiquei bastante decepcionado com isso porque um painel é uma vitrine e o painel de abertura cumpre ainda mais esse papel, pois é onde se espera que a organização mostre a que veio já de pronto. Eu entendo que ali era a oportunidade que eles tinham de colocar um blogueiro brasiliense para aproveitar o alcance dos dois outros convidados para alavancar Brasília e a produção literária que aqui é feita. No ano passado, por exemplo, tivemos a Ju Cirqueira do Nuvem Literária, e três blogueiros locais. Duas como participantes, Jess e Rapha, e o Luciano como mediador.

Outro erro básico cometido pela organização e curadoria, foi a falta de crachás para a identificação dos participantes, isso é o mínimo que se espera para qualquer encontro seja ela de qual categoria for. Um crachá com o nome da pessoa, se ela é escritora, blogueira ou ambas e, nos casos apropriados, o nome do blog.

Para concluir deixo minha sugestão para a volta dos encontros separados no próximo ano, mas com abertura para que todos participem dos dois, caso se interessem. Sugiro também que os temas sejam mais focados em cada uma das profissões e não em temas tão abrangentes. Não tenho dúvidas de que foram muito valiosos e cheios de conteúdos, mas, para mim, faltou um pouco de foco no como fazer e melhorar seu blog e como aprender e aprimorar técnicas para escrever livros.

Tenha um ótimo ponto para ler!

Paulo Souza.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *