Crítica de livro | Vida e proezas de Aléxis Zorbás

Olá, meu bom leitor.

Hoje vou falar sobre as minhas impressões do livro “Vida e proezas de Aléxis Zorbás” do escritor grego Nikos Kazantzákis. Mais uma crítica para a seleção do Ponto Para Ler Clássicos.

Eu dificilmente iria ter acesso a está obra se não fosse pela assinatura da Tag – Experiências Literárias, este livro foi o enviado do mês de janeiro. É sério, seria muito difícil alguma obra do Kazantzákis chegar até mim de maneira normal, a Tag me deu um empurrãozinho e agora eu tenho mais um escritor dentro dos meus preferidos e que estou louco para ler toda sua obra.

Nesta obra conhecemos um escritor e intelectual que cansado de sua vida voltada aos livros decide comprar uma mina na ilha de Creta para ter uma “aventura” junto com os locais. No inicio desta jornada ele acaba conhecendo Aléxis Zorbás, um homem sem estudos, mulherengo, bruto e que demonstra seus sentimentos através da dança e música. O Patrão (apelido dado por Zorbás ao intelectual que não é apresentado com um nome por todo o livro) acaba vendo que um homem tão simplório e cheio de defeitos, consegue ensina-lo o que seus livros nunca conseguiram: a leveza de se levar a vida mesmo com suas adversidades.

Não são somente estes dois personagens incríveis que existem, posso acrescentar a Madame Hortense, uma mulher de idade já avançada dona de uma pensão que em seus tempos de mocidade teve entre suas pernas os generais das grandes potências: Itália, França, Inglaterra e Rússia. Porém mesmo com todo o seu corpo já cansado e inchado, ela mantem um relacionamento com Zorbás, e desse relacionamento podemos tirar tantas coisas, tantos ensinamentos que eu não poderei descrever aqui, teria que escrever um livro para isso, mas é um dos pontos altos da história e da genialidade de Nikos.

Eu não vou me atrever a falar sobre a técnica aplicada por Nikos, estou falando de um livro que é considerado um dos clássicos da Grécia e de uma pessoa que ganhou o Nobel de Literatura. Aqui eu deixo um adentro muito importante para quem escreve, leia este livro e aprenda ainda mais como contar uma história e desencadear um fluxo narrativo.

O que mais me cativou durante a leitura deste livro foi como o autor traz o cotidiano de uma maneira extraordinária, não exitem heróis, não existem certos e errados, não existem pontos de vista corretos, durante toda a leitura, tudo o que existe na história é um intelectual querendo aprender e um homem simples lhe mostrando como é a vida e como ela pode ser boa respeitando sempre três regras básicas: saber quem é você por dentro, nunca desapontar o feminino e dançar quando triste ou alegre.

Eu mais do que recomendo a leitura desta obra única, eu aprendi muito com Aléxis Zorbás, a cada página do livro eu recebia com deleite suas metáforas que me fizeram repensar na maneira em que eu me coloco perante a vida, aos amigos e o mundo. Apenas leiam e vejam de qual maneira este livro irá tocar suas vidas, e depois venha aqui me dizer o que acharam da leitura.

Sinopse

“Vida e proezas de Aléxis Zorbás é o relato em primeira pessoa de um intelectual frustado por ter levado uma vida até então limitada aos livros e à escrita. Provocado por um velho amigo, e decidido a viver mais intensamente, lança-se em uma viagem para explorar uma mina na ilha de Creta, onde conviverá com homens simples, operários e camponeses. Enquanto espera o navio que o levará à ilha, conhece Zorbás, a quem contrata para auxiliá-lo na empreitada. Personagem memorável, esse homem primitivo, bruto, que se expressa através da música e da dança quando as palavras não são suficientes, provocará no narrador mudanças profundas.
Com uma narrativa ora bem-humorada, ora dramática, Nikos Kazantzákis, indicado ao Prêmio Nobel de Literatura por nove vezes, celebra a amizade, a liberdade, expressa angústias e sua visão de mundo. Por esta obra, teve sua presença consolidada entre os grandes autores do século XX”.

Livro: Vida e proezas de Aléxis Zorbás
Autor: Nikos Kazantzákis
Editora: Tag / Grua
Páginas: 374

Capa: 9,50
Continuidade: 10,00
Personagens: 10,00
Cenários: 9,50
História: 9,50
Narrativa: 10,00
Diálogos: 9,50
Revisão: 10,00

Nota Final: 9,75 – Muito Bom.

Tenha um ótimo ponto para ler!

Paulo Souza.

Você irá gostar de ler também:

2 Comentários

  1. Oi Gente, estou fazendo uma visitinha por aqui.
    Gostei bastante do site, vou ver se acompanho toda semana suas postagens
    Gosto muito desse tipo de conteúdo um Abraço 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *