Crítica de Livro | Cara de crachá

Olá, meu bom leitor!

Chegamos ao último dia da região Centro-Oeste e eu achei que deveria trazer para vocês uma crítica de um dos livros mais bem humorados que já li esse ano, Cara de Crachá, do Roberto Klotz. O livro é bem curto e mostra de forma bem humorada o lado obscuro do brasiliense concursado, de um jeito extremamente cômico.

Somos apresentados a contos em que o personagem principal é o von Silva, servidor de um ministério e responsável por todas as situações que nos são apresentadas nos contos que compõem o livro. O que mais gostei da leitura, partindo já de sua orelha, foi o humor certeiro de Klotz, é impossível ler algum conto e não esboçar um sorriso de canto de boca, isso se não sair uma boa risada pelo que é apresentado.

Essa publicação mostra que um bom livro de contos não é medido apenas pelo tamanho do texto e a capacidade do autor em condensar uma ideia, um conto também é medido pela capacidade do autor de imprimir uma personalidade forte na cadência de leitura do conto. Aqui a cadência é pautada pelo bom humor, visão crítica e, claro, fluência da leitura.

Caso você ainda não tenha lido, eu super aconselho ler esta obra de Roberto Klotz, Cara de Crachá é sem dúvidas um dos livros mais divertidos que já li e, para minha total felicidade, o autor é daqui de Brasília.

Sinopse

São 44 histórias vivas, rápidas, inquietas. Capazes de renovar fígados envenenados com tristeza. O protagonista, von Silva, é envolvente. Com ele descobrimos oque há por trás do crachá de um funcionário público. De humor particular aponta o lápis na direção do cotidiano de um usuário de carimbos, há 35 anos na mesma repartição. Esse funcionário só podia mesmo ter Cara de crachá

Livro: Cara de Crachá
Autor: Roberto Klotz
Páginas: 160

Nota final: 8,50 (Muito Bom)

Tenha um ótimo Ponto para Ler!

Paulo Souza.

Você irá gostar de ler também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *