Crítica de Livro | Amor Amargo [BEDA #5]

Olá, meu bom leitor.

Hoje vou trazer para vocês as minhas impressões do livro Amor Amargo da autora Jennifer Brown.

Este é mais um daqueles livros que vão entrar para a galeria de surpresa boa. Ele foi o livro do mês de março do grupo de leitura #NomeProvisório, que funciona no Facebook, para entrar no grupo clique AQUI. Eu já tinha o livro aqui em casa e nunca havia me atentado para lê-lo, aí como foi escolhido para a leitura em grupo eu simplesmente o peguei e li, não vi sinopse nem nada sobre o tema que ele aborda. Eu engoli o livro.

A Jennifer Brown fala sobre relacionamento abusivo, tratando mais especificamente o abuso que a mulher sofre, que é o mais recorrente – só lembrando que homens também podem sofrer abuso em um relacionamento – e mais difundido. Somos apresentados a Alex, uma garota que perdeu a mãe e está em um momento de auto descoberta, e entre os planos de uma viagem com os seus dois melhores amigos ela acaba conhecendo Cole, se apaixonando e vemos o inferno ser descortinando na vida da Alex.

Toda a narrativa é feita através do narrador personagem, isso mesmo, só sabemos o que acontece com a Alex e somos apresentados somente as suas conclusões. Muitas vezes vemos este estilo ser mal utilizado e ao final da leitura ficamos com aquele sentimento de que precisávamos saber sobre mais coisas, pois a visão do narrador personagem foi limitada. Não é o que acontece aqui, meu bom leitor, a Brown usou com maestria esta maneira de se contar uma história. Por mais que em vários momentos não sejamos apresentados a todos os fatos que cercam a Alex, a autora consegue nos deixar saciados com a história no seu desfecho.

Os personagens são um prato a parte no livro, a autora é formada na área de psicologia, então ela soube formar grandes personalidades para a narrativa. Caso você não tenha lido ainda esse livro, eu peço para que você o leia com muita atenção e tente pegar todas as nuances da Alex, Cole e os dois melhores amigos da protagonista, o Zach e Bethany, esses personagens são um espetáculo a parte.

A única coisa que realmente não gostei do livro e que me deixou sem saber qual a relação com a história foi a capa, acho que faltou em mim a sensibilidade para captar o sentimento, mas eu não consegui engolir. Se você leu e conseguiu entender me diz aí nos comentários, se você ainda não leu, lê e depois vem me dizer o que achou da capa.

Por fim, eu super recomendo a leitura de Amor Amargo, não vou dizer mais sobre o livro porquê eu achei que a leitura é tão intimista e nos faz pensar em tanta coisa, que eu não quero estragar a sua experiência de leitura e o que é o relacionamento abusivo.

Sinopse

“Último ano do colégio: a formatura da estudiosa Alex se aproxima, assim como a promessa feita com seus dois melhores amigos, Bethany e Zach, de viajarem até o Colorado, local para onde sua mãe estava indo quando morreu em um acidente. O Dia da Viagem se torna cada vez mais próximo e tudo corre conforme o planejado.
Até Cole aparecer.
Encantador, divertido, sensível, um astro dos esportes. Alex parece não acreditar que o garoto está ali, querendo se aproximar dela. Quando os dois iniciam um relacionamento, tudo parece caminhar às mil maravilhas, até que ela começa a conhecê-lo de verdade…
Em um retrato realista de um relacionamento conturbado, a autora Jennifer Brown – do sucesso A Lista Negra – nos leva até o limite de nossos sentimentos”.

Livro: Amor Amargo
Autora: Jennifer Brown
Editora: Gutenberg
Páginas: 253

Capa: 4,00
Continuidade: 9,00
Personagens: 10,00
Cenários: 8,00
História: 9,00
Narrativa: 9,00
Diálogos: 9,00
Revisão: 9,00

Nota Final: 8,37 – Muito Bom

Tenha um ótimo ponto para ler”

Você irá gostar de ler também:

2 Comentários

  1. Ana, adorei a crítica!
    Também não fui muito com a cara dessa capa, ok que é um pássaro sendo privado de voar por conta dos espinhos, tem até um coração ali no pássaro, mas sei lá, achei que poderiam ter feito um trabalho melhor, pois esse livro merece, sem sombra de dúvidas!

    Abraços!

    1. Lucasss
      Eu achei a capa muito sem noção para o livro, o pássaro não tem nada a ver com a história em si, so se puxar para esse lado que você disse
      Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *