Considerações sobre a Feira Internacional do Livro de Nova Delhi

Olá, meu bom leitor.

Sabe o que é legal quando você faz uma matéria sobre algo que o Brasil não está interessado em saber? Você se depara com reportagens assim:

“नई दिल्ली विश्व पुस्तक मेला 2014 नई दिल्ली के प्रगति मैदान में 23 फ़रवरी 2014 को सफ़लतापूर्वक सम्पन्न हो गया। इस आयोजन को सफल बनाने के लिए हम सभी प्रतिभागियों एवं मेला देखने पहुँचे जनसामान्य के आभारी हैं।”

Este pequeno enunciado apenas diz: Nova Deli World Book Fair 2014, Pragati Maidan em Nova Delhi, em 23 fevereiro de 2014 foi concluído com sucesso. Para tornar este evento um sucesso estamos gratos a todos os participantes e visão justa do público chegou (copiado do Google Tradutor).

Apenas tenho que dizer que o que me salvou foi o Google Tradutor.

Já vou pedindo desculpas antecipadas pela falta de conteúdo deste post, quando coloquei no Google para pesquisar sobre este evento ele me deu como alternativa o meu blog (sim o Ponto Para Ler) e vários sites de viagens, então tive que ir atrás de matérias todas escritas em indiano ou de qualquer outra língua que seja usada lá.

A primeira coisa que achei muito interessante foi uma palestra motivacional do Dr. Karan Singh que é membro sênior do Partido do Congresso Nacional Indiano, e que falou sobre as suas motivações pessoais para com o mundo das artes e literatura e principalmente sobre o lançamento de um livro de sua autoria. Tenho que confessar que ele falou muito que o e-book nunca irá superar um livro impresso e de que o escritor indiano tem que ser mais valorizado (este não é um problema exclusivo do Brasil).

Mas também tenho que admitir que a sua palestra com 50 minutos e com a participação de outras pessoas, e que eu mesmo sabendo inglês tive muitas dificuldades de compreender o que eles estavam falando por causa do sotaque. Caso você queira ver a palestra basta clicar AQUI.

Pelo o que eu pude ver a palestra do Dr. Karan Singh foi o ponto alto e mais esperado do evento, pelo o que parece ele é muito querido e respeitado pelo povo indiano. Posso estar engando, mas foi esta a impressão que eu tive.

A feira este ano foi voltada realmente para a literatura indiana, a maioria dos autores que participaram dos debates foram indianos falando sobre a índia e os convidados de outros países também deram considerações sobre o que acham da literatura indiana.

Dos textos que li e vídeos que vi, me pareceu que foi um evento muito proveitoso e com um proposito especifico: Mostrar para o mundo que a Índia tem talentos.

O que eu achei muito interessante foi o espaço destinado para a feira, um grande espaço verde com uma estrutura para palestras de última ponta. A visão geral que dá é que as pessoas que foram participar estavam muito a vontade para passar horas apreciando uma boa leitura. Além dos debates literários a feira também abriu espaço para apresentações artísticas como dança, música, desenho e teatro, tudo claro voltado para a cultura indiana.

O espaço reservado para as crianças foi invadida por personagens de desenhos animados americanos e referencias da cultura infantil do Tio San. Prefiro não comentar muito sobre esta parte porque eu acho que isso que os EUA fazem é uma afronta, eles tiram o foco da criança para a sua cultura nativa e a forçam a se acostumar com costumes de uma outra nação, mas claro que isso tudo não é só culpa dos norte americanos, os próprios indianos também tem sua parcela de culpa, falta impor limites. Se for falar tudo o que penso sobre isto vou transformar este post em uma crítica politica, que não é o que eu quero.

De tudo que consegui tirar sobre a Feira Internacional do Livro de Nova Delhi foi isto, sei que foi pouco e fico triste por isso, mas espero que você entenda que fiz o meu máximo. É muito complicado falar sobre algo em que a maioria da população brasileira desconhece.

Espero mais uma vez ter trago mais um pouco de cultura, eu pelo menos cresci muito escrevendo este post.

Tenha um ótimo ponto para ler!

Fontes:

https://www.facebook.com/NewDelhiWorldBookFair?fref=ts

http://www.netpapers.com/jornais-do-pais/india

Você irá gostar de ler também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *